Vácuos insuportáveis

Resultado de imagem para maos dadas filha e mae

“Parece que a vida simplesmente passou por nós. Assim, rápida, sem avisos, deixando uma sensação de escape, de vazios, de coisas não vividas. Anos reduzidos a pó, em calores não sentidos. Frases refreadas sem razão. Vácuos. Adiamentos. O “quando vai ser” não foi nunca. Agora muito menos. Vão-se os abraços não dados, fotos amareladas, roupas esquecidas. As contas ficaram em dia, mas as emoções não. Os dias são mais tiranos diante da ausência de sua maravilhosa leveza. Rogam-se forças de onde não existem”.

Adriana Araf

Recomente essa página:
Esta entrada foi publicada em Capa do Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.