Despertar…

Eu já te disse muitas vezes: acorda. Não ande devagar com as suas vontades para não se zangar com o destino que você julga não merecer. O teu medo fica aí, estocado em ti, pronto para sair correndo, mas, pelos seus cálculos, ainda não é hora.
Medos, quando represados, precisam ser alimentados como qualquer sentimento. E eles o são, pelas suas frustrações e pelas criativas frases “foi melhor assim; não era para ser”.
Coloca o rosto do possível em seus horizontes e tenha com ele  vitórias. Transforma os seus desejos em caça e tenha desespero por realizações. O arrependimento sempre vem por um monte de suposições, mas é melhor agir do que fingir-se satisfeito.
(Adriana Araf)

Vida perfumada

Eu não estou dizendo para você ser melhor. Ninguém é juiz de ninguém e cada um tem o seu juízo interno permanente.
Eu estou dizendo para você buscar e ter sentimentos melhores, agir com sinceridade, marcar positivamente a vida das pessoas, comprometer-se com a sua consciência, renovar a sua fé nas coisas mesmo em tempos de queda livre, construir pontes entre os seus sonhos e a realidade, não fugir acuado pelo seus medos imaginários, amar sem tantas exigências e padrões a serem preenchidos pelo alguém que chega ou por quem está.
Ser leve, sutil, adocicado.
Ser simples.
Ser mais risonho e espontâneo.
Ser menos cobrador de si mesmo.
Eu estou dizendo para você que perfumes já existem nas flores de sua vida.
Não apenas existirão naquela sofisticada estufa de plantas exóticas que você quer construir para receber visitas e elogios ornamentais pelo seu requintado bom gosto e significativas posses, como, também, já estão nos vasinhos de sua janela.
Abra a janela.
 O frescor chegará do mesmo modo e você, aromatizado naturalmente, terá mais cheiro de vida.
(Adriana Araf)

Saudades que nos rodeiam

Tem saudades que batem apostas conosco.
Ou ela te vence, e você sente uma dor imensa e um vazio na alma.
Ou você a vence, e ela não passa de um sentimento qualquer, ruído, que se avizinha, mas não se instala em seus olhos, em seu âmago, nas suas entranhas, no seu sabor.
Eu perco sempre, pois nunca fui boa em blefar com sentimentos e charadas emocionais me deixam zonza.
Saudades me banham com muita intensidade, todavia, retirado o sal da pele, volto com facilidade para minha forma genuína.
(Adriana Araf)

A noite promete.

O bom é quando ela cumpre.

(Adriana Araf)

Aira%20Manna4

Seus passos estão indo em sentido contrário do que queres e isso fica te levando a olhar para trás, tipo comendo poeira do que não aconteceu?

Mude-os. Fique pronto para incendiar-se.

Todos nós temos uma vontade louca de olhar para frente.

Falar do que vai ser e não do que foi e de quem se foi.

 

 

 


Página 96 de 123« Primeira...102030...9495969798...110120...Última »