Provocações

Imagem relacionada

“Faça as perguntas certas para mim. Pergunte para minha pele porque ela exala o seu cheiro indescritível. Pergunte para o meu cabelo a razão de querer tanto as suas suaves mãos. Pergunte para os meus olhos o motivo de ficarem tão brilhantes quando sua imagem se encontra dentro deles. Pergunte para os meus lábios acerca daquela vontade louca de ter os seus junto a eles.

Pergunte. Indague. Questione. Provoque. Movimente os meus dias com essa sabatina pessoal cheia de dúvidas.

Não me pergunte as horas, nem se eu trouxe pão quente e nem se daria para levar o cachorro para passear. Eu não sei nada sobre essas coisas terrenas que passam longe das minhas respostas emocionais mais profundas.

Para essas, sou enigma, contraditório, relógio parado. Para aquelas, estou de plantão e sou todo ouvidos.”

(Adriana Araf)

 

O buraco

Resultado de imagem para caminho bonito com uma pessoa caminhando

Cinco atitudes…

1.
Ando pela rua.
Há um buraco fundo na calçada.
Eu caio.
Estou perdido e sem esperança.
Não é culpa minha.
Leva uma eternidade para encontrar a saída.

2.
Ando pela mesma rua.
Há um buraco fundo na calçada.
Mas finjo não vê-lo.
Caio nele de novo.
Não posso acreditar que estou no mesmo lugar.
Mas digo que não é culpa minha.
Ainda assim, mesmo conhecendo o buraco, levo um tempão para sair.

3.
Ando pela mesma rua.
Há um buraco fundo na calçada.
Vejo que ele ali está.
Ainda assim caio. É um hábito.
Meus olhos se abrem.
Sei onde estou.
Reconheço: pouco ou nada aprendi com a queda. É minha culpa.
Mas, saio imediatamente.

4.
Ando pela mesma rua.
Há um buraco fundo na calçada. Dou a volta.

5.
Ando por outra rua. E nem vejo mais buracos.
(trecho do “O Livro Tibetano do Viver e do Morrer”, de Sogyal Rinpoche)

 

 

Para refletir (e amenizar as emoções)

Imagem relacionada

“É difícil em tempos como estes: ideais, sonhos e esperanças permanecerem dentro de nós, sendo esmagados pela dura realidade. É um milagre eu não ter abandonado todos os meus ideais, eles parecem tão absurdos e impraticáveis. No entanto, eu me apego a eles, porque eu ainda acredito, apesar de tudo, que as pessoas são realmente boas de coração”.

O Diário de Anne Frank, por Anne Frank

Doce Doze

amor

Dica preciosa

Resultado de imagem para flores ao vento

“Com isso, não quero dizer que na vida, quanto mais dificuldades você passar, melhor. Para falar a verdade, acho que é bem melhor não passar por dificuldades, não sofrer, não ser destroçado, se houver essa possibilidade. É claro que ter problemas não é nada divertido, e a pessoa, dependendo da própria personalidade, pode ficar tão arrasada que não conseguirá mais se recuperar. Entretanto, se você se encontra em uma situação difícil agora e está passando por um grande sofrimento, quero dizer o seguinte: “deve estar sendo tudo difícil agora, mas essa experiência poderá lhe render bons frutos no futuro. Não sei se essas palavras servirão de consolo, mas se esforce e siga em frente pensando exatamente dessa forma.”

Haruki Murakami, romancista como vocação


Página 8 de 140« Primeira...678910...203040...Última »