Para refletir (e amenizar as emoções)

Imagem relacionada

“É difícil em tempos como estes: ideais, sonhos e esperanças permanecerem dentro de nós, sendo esmagados pela dura realidade. É um milagre eu não ter abandonado todos os meus ideais, eles parecem tão absurdos e impraticáveis. No entanto, eu me apego a eles, porque eu ainda acredito, apesar de tudo, que as pessoas são realmente boas de coração”.

O Diário de Anne Frank, por Anne Frank

Doce Doze

amor

Dica preciosa

Resultado de imagem para flores ao vento

“Com isso, não quero dizer que na vida, quanto mais dificuldades você passar, melhor. Para falar a verdade, acho que é bem melhor não passar por dificuldades, não sofrer, não ser destroçado, se houver essa possibilidade. É claro que ter problemas não é nada divertido, e a pessoa, dependendo da própria personalidade, pode ficar tão arrasada que não conseguirá mais se recuperar. Entretanto, se você se encontra em uma situação difícil agora e está passando por um grande sofrimento, quero dizer o seguinte: “deve estar sendo tudo difícil agora, mas essa experiência poderá lhe render bons frutos no futuro. Não sei se essas palavras servirão de consolo, mas se esforce e siga em frente pensando exatamente dessa forma.”

Haruki Murakami, romancista como vocação

O interno

Imagem relacionada

“Ao tomar uma decisão de menor importância, eu descobri que é sempre vantajoso considerar todos os prós e contras. Em assuntos vitais, no entanto, a decisão deve vir do inconsciente, de algum lugar dentro de nós. Nas decisões importantes da vida pessoal, devemos ser governados, penso eu, pelas profundas necessidades íntimas da nossa natureza.”

Freud

Não ter para ter

Imagem relacionada

(…) Ter consome muita energia. Vigiar o que se tem consome ainda mais, desgasta, corrompe a alma. Bom mesmo é desfrutar. Eu não quero o veleiro, quero a viagem, não quero o disco, quero a canção. Entendes? (…)
– Sofro desta ânsia de não ter, mano. A minha maior ambição é ter cada vez menos. Quem nada tem, tem mais tempo para tudo o que realmente importa.
– Isso é budismo?
– Não. Puro preguicismo.
– Preguiça? Parece-me uma ambição enorme, sobretudo num país onde as pessoas querem ter cada vez mais.
Armando pensou um pouco:
– Talvez tenhas razão. Sou preguiçoso, mas sou um preguiçoso com grandes ambições. Se é para não ter, então quero não ter muito. Se é para não fazer, quero não fazer muitíssimo.

(José Eduardo Agualusa, em “A Sociedade dos Sonhadores Involuntários”)


Página 5 de 137« Primeira...34567...102030...Última »