O quase

ita

Bem Assim

saudade

Nossa sede de viver

mensagem bonita

Lembrando o poeta irreverente…

 

cazuza

Jóquei, de Matilde Campilho

adri mais

E a poesia liderou em Paraty:

“Poderia escrever teu nome 70 vezes seguidas, mas isso não espantaria a saudade que sinto de dizer o seu nome entre sal e dentes. Isso em nada iria melhorar a falta que faz o seu corpo dentro da sombra invisível que, diariamente, senta a meu lado no restaurante às 11 horas da manhã”.

(Matilde Campilho)


Página 30 de 116« Primeira...1020...2829303132...405060...Última »