Do processo natural de continuidade

Resultado de imagem para livro

 

“Todo começo não é nada mais que uma continuação, e o livro dos acontecimentos se encontra sempre aberto na metade”.

Wisława Szymborska

Recomeços

Resultado de imagem para broto de flor

A cada chamado da vida, o coração deve estar pronto para a despedida e para novo começo, com ânimo e sem lamúrias. Aberto sempre para novos compromissos. Dentro de cada começar mora um encanto que nos dá forças e nos ajuda a viver.

Hermann Hesse

 

Fundações Sólidas

Resultado de imagem para crianças pobres brincando

“Tudo o que hoje preciso realmente saber sobre como viver, o que fazer e como ser, eu aprendi no jardim de infância. A sabedoria não se encontrava no topo de um curso de pós-graduação, mas no montinho de areia da escola de todo dia.

Foi exatamente isto que aprendi: compartilhar tudo, brincar dentro das regras, não bater nos outros, colocar as coisas de volta no lugar onde as encontrei, limpar a própria sujeira, não pegar o que não era meu, pedir desculpas quando machucava alguém, lavar as mãos antes de comer e agradecer.

Também descobri que café com leite é gostoso, que uma vida equilibrada é saudável e que pensar um pouco, aprender um pouco, desenhar, pintar, dançar, planejar e trabalhar um pouco todos os dias, nos faz muito bem. Tirar uma soneca todas as tardes, tomar muito cuidado com o trânsito, segurar as mãos de alguém e ficar juntos, são boas formas de enfrentar o mundo. Prestar atenção em todas as maravilhas e lembrar da pequena semente que, um dia, plantamos em um copo de plástico. As raízes iam para baixo e as folhas iam para cima, mas ninguém realmente sabia nem porquê.

Peixinhos dourados, hamsters e ratinhos brancos; e até mesmo a pequena semente do copo de plástico, tudo morre um dia.

E nós também.”

Robert Fulghum, in obra: Tudo o que Realmente Preciso Saber Aprendi no Jardim de Infància

 

Como tempo é Precioso

Imagem relacionada

“Quando eu era novo, os meus dias eram cheios e fáceis, como os rebuçados que possuía em abundância e gastava sem cuidados. Agora tenho menos, e o seu valor aumentou infinitamente. Cada dia, cada preciosa madrugada, vale o seu peso em ouro. E vejo-me subitamente a fazer economias desusadas saboreando as horas como os amantes saboreiam os momentos em que se encontram. Mesmo assim, quando a semana acaba, sinto que gastei mais uma fortuna. Uma dia não dura o que durava antes…”

(Dewey Gill)

Um trecho

Resultado de imagem para reflexao pessoa

“Eu não sabia que a liberdade não é uma recompensa, nem uma condecoração que se comemora com champanhe. Tampouco, aliás, um presente, uma caixa de chocolates de dar água na boca. Oh, não, é um encargo, é uma corrida de fundo, bem solitária, bem extenuante. Nada de champanhe, nada de amigos que ergam sua taça, olhando-nos com ternura. Sozinhos numa sala sombria, sozinhos no banco dos réus, perante os juízes, e sozinhos para decidir perante nós mesmos ou perante o julgamento dos outros. No final de toda liberdade, há uma sentença; eis por que a liberdade é pesada demais, sobretudo quando se sofre de febre, ou nos sentimos mal, ou não amamos ninguém. Ah! Meu caro, para quem está só, sem Deus e sem senhor, o peso dos dias é terrível (…)”

Albert Camus, in A Queda


Página 2 de 15912345...102030...Última »