No dia da mentira, falemos de verdade…

Resultado de imagem para bolhas subindo

“Em meio a um poço de mentiras, não se distraia e nem se convença com o visto na superfície. Muitas vezes olhamos e nada enxergamos. Parece que a água está parada naquele poço onde temos que obrigatoriamente saciar a nossa sede. Mas, parece que não é bem assim. Há sempre uma natureza agindo mais forte nas profundezas para trazer bolhas de água pura à tona. Muitas vezes esse fluxo natural demora. E é dessa demora que cansamos, iludindo-nos com o líquido amorfo ofertado. Seja paciente e saiba aguentar a escassez. Agindo assim, certamente receberás água mais límpida e seu organismo ficará treinado quando a abundância sofrer os seus impactos. O turvo pode até saciar a sua sede, todavia será incapaz de nutrir-te. Saiba aguentar a revolução natural das águas da vida e se convença da emersão de dias mais purificados.”

(Adriana Araf)

 

Recomente essa página:
Esta entrada foi publicada em Atitudes e Transformações. Adicione o link permanente aos seus favoritos.