2013: novos horizontes te esperam!

Tenho ouvido muito a frase “Tudo passa”.
Frase que consola ou frase que exaspera?
Eu não quero que tudo passe. Eu quero que muito do meu tudo fique. Caso contrário o tudo até agora por nós vivido viraria um nada e seríamos apenas uma ponte entre o insignificante e o lugar nenhum.
Eu quero que muita coisa fique, pois não quero ser um corredor de vento. Eu não quero ser um vento. Eu quero ser o ar puro que permanece no mundo.
Somos frutos de experiências amargas, expectativas que não se concretizaram, porém somos igualmente sonhos realizados e obras edificadas em colunas erigidas a cada ano que passa; e os nossos destinos, se auditados numa planilha contábil vital, são exitosos e promissores.
Estamos vivos. Impregnados de vontade de vida, todos aguardando a virada do ano, com seus pedidos prontos no bolso para serem encaminhados ao Universo, a Deus, selados por uma esperança nobilíssima de que dias melhores virão.
Portanto, que você leve muita coisa de 2012 para 2013, porém com novas posturas diante dos teus desafios, com uma lupa grande sobre os seus acertos e com vontade firme de rever seus erros e desvios, tudo em prol de seu propósito de viver feliz.
Tudo não passa, tudo fica, pois tudo o que foi vivido compõe a nossa história.
Permanecido 2012, retire dele o melhor (e tem muita coisa), e comece 2013 cheio de bagagem positiva e potencialize a sua grande capacidade de sobrevivência.
Em 2012, algo me diz que você foi um vencedor e se suas vitórias não alcançaram o cume desejado, não se diminua diante da montanha a escalar e movimente-se!
Em 2013 serão 365 dias de oportunidades de subida.
Prosperidade e horizontes em todos os sentidos para você!
Recomente essa página:
Esta entrada foi publicada em Muito Pessoal. Adicione o link permanente aos seus favoritos.