Ausência

Num deserto sem água Numa noite sem lua Num país sem nome Ou numa terra nua Por maior que seja o desespero Nenhuma ausência é mais funda do que a tua. (Sophia de Mello Breyner Andresen)

Homocromia

“Perdemos a capacidade de enxergar os detalhes. Isso é fato. Enxergamos com pressa extrema os fatos, os movimentos nas ruas, os clamores. O nosso olhar não mais sente o perfume das coisas. A singularidade delas. Perdemos a capacidade de acreditar. Precisamos … Continue lendo

Leiturazinha

Lendo o pequeno “Pequena Escola das Emoções“, do alemão Anselm Grun, deixado por alguém (ou esquecido!) num banco de metrô. Muitos temas, muitas passagens, dentre elas uma abordagem sobre solidão e a oportunidade gerada por ela para crescimento. Citando Hesse, … Continue lendo

Restantes

“O que sobrara? Essa é a pegunta que não se calava dentro de mim em meio a uma quase certeza de que as coisas boas duram pouco. Ou quase nada. Ou o suficiente para despertar em mim um desejo incontrolável … Continue lendo

Vaziez

“É uma nascente que não nasce; é um poente que não vai. É uma decisão que não se toma. É uma mistura de cores sem padrão. É um mal-estar geral. A comida pouca, o dinheiro curto, o governo desgovernado. É … Continue lendo


Página 1 de 3123