Intervalos

“Porque só conhece a vida quem já mergulhou nas profundezas. Só um revés confere ao homem sua força impetuosa integral. Principalmente o gênio criador precisa desta solidão temporária forçada para medir, das profundezas do desespero, do exílio distante, o horizonte … Continue lendo

Leitura da hora

Lendo “Outros Jeitos de Usar a Boca“, da jovem Rupi Kaur. Leitura rápida, fácil. Forte e delicada ao mesmo tempo. Crua. Linda manifestação na página 179, como todas aquelas das duzentas e muitas. “Quero pedir desculpas a todas as mulheres que … Continue lendo

Trecho da obra Tarântula, de Dylan

“No lugar em que eu moro agora, a única coisa que faz o bairro seguir em frente é a tradição — como você pode imaginar — não serve pra muita coisa — tudo à minha volta apodrece… não sei há … Continue lendo

Ele…

Maravilhosa a obra “Os dias lindos”, de Carlos Drummond de Andrade. (…) Discretos, silenciosos, chegaram os dias lindos (…) *fonte e para se deliciar com essas belas palavras: http://www.orelhadelivro.com.br/livros/536531/os-dias-lindos/

Reflexões particulares

Terminei de ler “O Homem à Procura de Si Mesmo“, do psicanalista Rollo May. Suas reflexões no capítulo final: ” (…) A questão fundamental é de que modo o indivíduo, na percepção de si mesmo e do período em que … Continue lendo


Página 3 de 1012345...10...Última »