O que ficou

“No fim tu hás de ver que as coisas mais leves são as únicas que o vento não conseguiu levar: um estribilho antigo um carinho no momento preciso o folhear de um livro de poemas o cheiro que tinha um … Continue lendo

Pensares

“E pensar que éramos dois. E pensar que nos tornamos um nós repentinamente acontecido. E pensar que nos tornamos depois um. E que esse um foi a tantos lugares para acabar em lugar nenhum. Talvez o destrutivo sejam esses nostálgicos pensamentos … Continue lendo

Mundo paralelo

“Eis aí meu patético período de desligamento. Muitas vezes, diante de seres humanos bons e maus igualmente, meus sentidos simplesmente se desligam, se cansam. E eu desisto. Sou educado. Balanço a cabeça. Finjo entender, porque não quero magoar ninguém. Este … Continue lendo

“As pessoas andam muito estressadas, porque comem animais estressados” , diz engenheira

Interessante entrevista publicada no portal www.publico.pt, trazendo pontos de vista da engenheira alimentar  Susete Estrela, que fala com entusiasmo sobre a segurança e a higiene dos alimentos. Escreveu “Sabe o Que Anda a Comer?”, da editora Arena PT. PÚBLICO — Depois de … Continue lendo

Poemeto com a letra L

Linda. Leve. Lhana. Luxúria. Loucura. Lençóis. Lesto. Liberal. Literal. Livro. Leitura. Largueza. Laura. Leda. Lívia. Lucas. Leandro. Luiz. Luto. Lamentável. Lágrimas. Litigância. Litispendência. Legalismo. Lugarejo. Leveza. Lembranças. Liberdade. Livre. Longevidade. (Adriana Araf)  


Página 1 de 2412345...1020...Última »