Adeus, Belchior

Imagem relacionada

“Minha vida parece muito calma,
mas têm segredos que eu não posso revelar
escondidos bem no fundo de minh’alma.
Não transparecem nem sequer em um olhar.
Vivem sempre conversando à sós comigo…
Uma voz eu escuto com fervor
escolheu meu coração pra seu abrigo
e dele fez um roseiral em flor.
A ninguém revelarei os meus segredos
E nem direi quem é o meu amor.”

(Belchior)

 

Recomente essa página:
Esta entrada foi publicada em Capa do Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.