A arte de aguardar

Resultado de imagem para caminhando pra frente

“Os dias vão passando e o tempo se sucedendo como uma névoa de poeira que se levanta e abaixa. Se se olha para trás, quanta coisa mal resolvida se enxerga. Se se olha para frente demais, avista-se um caminho longo a ser transposto por alguém que já tem tanta história em forma de carga. Se o novo também cansa, o velho despedaça quando um pormenor esquecido é lembrado. O recomendável, portanto, é centrar no aqui e no agora, com aquele desassossego acalmado de quem espera por mais. Isso tem muito de benéfico: nem se tenta alterar o intocável, torturando-se; e nem se projeta para o inalcançável. E se alguém lhe perguntar como andam as coisas, responda serenamente “indo”.

(Adriana Araf)

Recomente essa página:
Esta entrada foi publicada em Coisas da Vida. Adicione o link permanente aos seus favoritos.