A real idade de nossas vidas

Desde que tive uma morte súbita e “ressuscitei” com novo sopro, tenho ouvido muito a rase “Nossa, como te aconteceu tudo isso? Você é tão nova!”. E aí passei a refletir sobre a real idade das nossas vidas (o que se distingue muito da soma das palavras real + idade = realidade) e sobre a idade dos nossos corpos e almas. Cada pedacinho de nós tem uma idade. Hoje, depois de tantos dias de internação, consegui usar os meus dois braços para tomar banho sozinha. Que sensação maravilhosa. E, ouvi, ao fundo, a voz da minha avó sorrindo e dizendo “Olha, já está virando mocinha, já sabe tomar banho sozinha”.

Ou seja, aos 40 e poucos anos vem aquela suave cena que se passou tão longe e se mostra tão perto. Tomar banho sozinha aos 40 em poucos pode ser um privilégio. Quantos anos têm seus pés? Estão calejados da caminhada, são pequenos demais ainda para você dar um pontapé naquilo que não te serve ou já conseguem dar passos maduros em prol de sua trilha pessoal? Quantos anos têm as suas mãos? Analise a idade delas pelos afagos que você fez e não pelas lutas que você travou. Quanto mais carinho, mais memórias elas terão.

Meu corpo agora, com esse marca-passo aos quarenta e poucos, me mantém respirando. Respiro “com” aparelho e estou em fase de graças por não respirar “por” aparelho. “Com” é uma condição; “por” é uma condicional. O “com” me dá a exata medida da vida. Aproveito o “com” e seguirei mais tempo aqui neste belo mundo que temos. Você está vivendo mais “cons” ou com mais “por”? Exemplo: vivo com ele ou por ele; trabalho com fulano ou por fulano; irei com você para onde você quer me levar ou irei por você; irei com vontade ou por vontade alheia? Enfim.

Não é jogo de palavras e sim reflexões sobre atitudes. Temos muitas idades morando dentro de nós mesmos, desde sermos velhos rabugentos aos 20 e poucos quando as coisas não saem como queremos, até adolescentes imaturos quando nos apaixonamos. Só sei que temos que buscar ser crianças quase o tempo todo, exceto quando essa criança mata o adulto que precisa tomar decisões em prol de seu crescimento. Ficar no útero da mãe o tempo todo é bem quentinho, mas a bolsa precisa estourar e o ser humano precisa viver o seu sopro da vida, todavia isso não impede o amor pelas suas raízes.

Sobre a idade de seus pais. Quantos anos têm seus pais quando você os leva para passear? Ainda não experimentou saber? Experimenta. Você vai ter a grata surpresa de saber que eles não passam de 07 anos. Tire fotografias, pois quando eles voltam do passeio eles retornam para a realidade e daí eles terão 60 e poucos.  Pega seus pais pelas mãos e os coloca naquele carrão que você conseguiu comprar aos 30 e poucos e deixe-os fazer criancices. Certa vez eu levei a minha mãe de 60 e poucos anos a um enorme Aquário. Ela queria tirar fotos com os peixes e numa tinha visto pinguim. E ficou com medo da boca da piranha e com curiosidade sobre o que vem a ser um leão marinho. Mas, ele dorme o tempo todo?, perguntou ela. Naquele momento me senti com 30 e poucos e ela com 5, quando  questionamos os segredos do mundo com pais-enciclopédias. E sabemos, tempos depois, que nunca iremos conhecê-lo, pois o mundo se recicla e nos estabelece um desafio de se mostrar diferente todos os dias e nos molda e muda à medida que as coisas nos são conhecidas e experimentadas.

Essa semana morreu um pai de um amigo que eu gosto muito. O papai dele tinha 94 anos. Fiquei triste, pois o ser humano administra muito mal qualquer partida. Mas, 94? Uau! E era um moleque, ao que soube. Eu disse daqui de onde eu estou para ele: “Vai, menino”. No caso, se seus pais têm 60 e poucos, os 34 a mais vividos pelo papai do meu amigo são presentes raros. Não confia nos 34 que estão por vir. Aproveita-os agora.  Expectativa de vida? Não fique na expectativa de nada. Aproveita e torna tudo o que você quer, almeja, pretende ou sente em realidade para uma real idade mais apropriada a essa sua passagem por aqui.  Perdi tempo. Esquece essa frase que você fala o tempo todo, como uma punição permanente. Tudo o que te aconteceu foi ganho. Ganho de experiência (célebre frase que detestamos ouvir), hematomas na alma, arranhões sentimentais, mas, concorda, vai: foi ganho.

O ser humano ganha o tempo todo mesmo com a perdas, pois veio para ser vencedor, nem se seja de seus próprios medos. Quantos anos têm a sua mente? Pergunta complexa e resposta mais complexa ainda. Vejamos por onde começar. Como estão as suas boas lembranças e recordações? Apenas em fotografias naquele álbum démodé ou no computador, cujos arquivos você ainda não organizou? Que pena. Faz o seguinte: pega uma folha, uma caneta e escreve os melhores momentos daquela época de sua vida, de cinco em cinco anos. Tipo: dos 20 aos 25 eu me formei na faculdade; dos 25 aos 30 foi minha primeira viagem ao exterior; dos 30 aos 35 nasceu meu filho. Foi muito bacana muita coisa. Vai lá no álbum encadernado, veja a foto e fixa em sua mente a cena. Ao final da auto-gincana você vai ver como sua memória estará novinha em folha.

Quantos anos têm a sua alma? Não. Não estou fazendo uma pergunta baseada em ensinamentos de Allan Kardec. Estou perguntando o óbvio para você. Sua alma precisa de energia. Alimente-a. Os melhores alimentos para ela: a oração e o silêncio. Sintonia. Sintoniza. Sinta. Quando soube do que eu tenho, eu perguntei ao médico “Mas, Doutor, quantos anos têm esse tumor aí?”. Hoje não quero saber mais disso. Quero saber do tempo que ele não ficará lá. Ele está no lugar errado, na vida errada, no corpo errado e, seja qual for a sua idade, o ciclo dele acabou a partir da minha decisão. Acabe também com coisas erradas em sua vida e lhe acrescente mais anos. Queres beber da fonte da juventude? Eu tenho o endereço: as suas próprias emoções. Meu coração está com 15 dias de vida. Ele ainda não sabe o que sentir. É um menino de titânio e nasceu sem programar. Dizem que o bom acontece todo dia, mas o melhor acontece de forma repentina. O de repente traz surpresas que aumentarão a sua fonte de vida. Enlouqueça, amadureça, infantilize-se. Você está vivo e a sua carteira de identidade serve para você pagar mico com sua foto 3×4, fazer Imposto de Renda e mostrar para o PM na blitz. Os dados importantes são construídos em sua alma, cuja idade dependerá muito de você. Que a paz interior, a maior de todas, esteja contigo, pois ela constituirá a sua realidade. Todos os dias e em todas as suas idades dentro do mesmo corpo.

Outro dia falo mais com vocês quando mais energia tiver para dividir. Agora somo o que vem de todos vocês; amanhã divido.

Com agradecimentos e alegria pelo amor recebido…

 

 

Recomente essa página:
Esta entrada foi publicada em Muito Pessoal e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.